Projeto Ave Missões: Pesquisa, Educação Ambiental e Conservação com Aves da Região Noroeste do Rio Grande do Sul

A Região Noroeste do RS

Primeiramente, o Projeto Ave Missões procurou abranger o município de Santo Ângelo e, a seguir, a Região das Missões. Ao longo das observações, tornou-se relevante estendermos para toda a Região Noroeste do RS, uma vez que a mesma tem sua avifauna ainda pouco conhecida, especialmente no que diz respeito à distribuição das espécies. Assim, apesar de serem reconhecidas áreas importantes para a conservação de espécies ameaçadas nesta região, como o Parque Estadual do Turvo e a Reserva Indígena do Guarita, outros setores da região ainda tem pouca visibilidade para comunidade científica do estado. Em virtude disso, temos como meta conhecer e, quando presente, divulgar registros de importância conservacionista em novas áreas da Região Noroeste do estado.

Consideramos Região Noroeste do Rio Grande do Sul a região 7, que abrange quatro Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes 2008): 1. Missões; 2. Fronteira Noroeste; 3. Celeiro; e 4. Noroeste Colonial. 


Uma vez que os conselhos são amparados por lei (Lei 10.283 de 17 de outubro de 1994) e têm objetivos referentes ao "Desenvolvimento Sustentável" e à "Preservação e Recuperação do Meio Ambiente" achamos propício adotar esta subdivisão. A região Celeiro foi criada posteriormente (10 de janeiro de 2008, através do Decreto 45.436).

Do ponto de vista ecológico, a região abrange dois biomas, a Mata Atlântica e o Pampa.


Quanto às ecorregiões, a região abrange basicamente ao sul os Campos Sulinos, um trecho da Floresta de Araucária na porção nordeste e a Floresta Interior do Paraná ao longo da porção norte.



Quanto à vegetação, são cincos unidades diferentes presentes na região:


São 77 municípios presentes ao longo dos quatro Coredes. Santo Ângelo é o principal dos 25 municípios das Missões; Santa Rosa, da Fronteira Noroeste, que tem 20 municípios; Três Passos, no Celeiro, com 21 municípios; e Ijuí dos 11 municípios do Noroeste Colonial. De forma semelhante, a Secretaria do Turismo divide a região noroeste em Rota das Missões e Rota do Yucumã, abrangendo da mesma forma os quatro Coredes.

Atualmente, a paisagem da região encontra-se bastante fragmentada. No que diz respeito à florestas contínuas, o Parque Estadual do Turvo (PET) e a Terra Indígena do Guarita (TIG) são os únicos blocos representativos na região. No entanto, existem outras áreas indígenas menores e também alguns fragmentos, os quais não podem ser esquecidos, já que devem servir de refúgio para diversas espécies florestais que originalmente distribuíam-se ao longo de toda a extensão florestada da região noroeste e agora são mais comuns no PET e na TIG. Exemplo disso é a região de Garruchos, conhecida por ser o último refúgio no estado do barranqueiro-de-olho-branco (Belton 1994, Bencke et al. 2003).


São Borja, o primeiro dos setes povos das Missões, não está incluído na região noroeste, apesar de ser considerado um município missioneiro.

---------------------------------------------------------------------------------
Veja também:

Lista das Aves de Santo Ângelo-RS


Lista de Aves com Registro na Região Noroeste do RS
---------------------------------------------------------------------------------