Projeto Ave Missões: Pesquisa, Educação Ambiental e Conservação com Aves da Região Noroeste do Rio Grande do Sul

terça-feira, 5 de março de 2013

Gavião-de-penacho no Salto do Yucumã

O gavião-de-penacho (Spizaetus ornatus) é uma espécie que dispensa apresentação para a maioria dos observadores de aves. Helmut Sick (1997) o descreve como uma ave esbelta e possante, com tarsos densamente emplumados, asas curtas e redondas; cauda, pernas e garras excepcionalmente longas. O longo topete inteiro, não bipartido como no gavião-real (Harpia harpyja), é freqüentemente erguido verticalmente tal como uma ponta de lança sobressaindo da cabeça. O imaturo tem a cabeça e partes inferiores em branco uniforme, apenas com os calções barrados de negros e o penacho pardavasco.


É um gavião pouco encontrado, especialmente fora da Amazônia. Já foi considerado extinto no RS (Belton 1994, Bencke et al. 2003), tendo sido redescoberto há alguns anos atrás (Mendonça-Lima et al. 2006). Mais tarde foi também encontrado no Parque Estadual do Turvo, onde é bastante raro (Meller et al. 2011). Em Misiones (Argentina), depois do gavião-pato (S. melanoleucus), é a águia florestal mais avistada, sendo mesmo mais comum que o gavião-pega-macaco (S. tyrannus) (Chebez 2008), o que concorda com o que tem-se observado no Parque Estadual do Turvo (Meller et al. 2011).
       
Jovem gavião-de-penacho (Spizaetus ornatus) no Salto do Yucumã. Foto: D. Meller.

Recentemente esta espécie foi muito fotografada por observadores de aves de todo o país em um ninho encontrado no município de Iporanga, SP. Confesso que pensei em ir vê-lo, pois apesar de já ter tido a oportunidade de registrá-lo em outras ocasiões (duas no Turvo e outra na Amazônia), nunca havia feito uma foto que realmente demonstrasse sua beleza. Mas, como diz o ditado: "Se Maomé não vai até a montanha..."

Assim, no último domingo, após assistir uma bela missa no município de Derrubadas - onde o altar é abençoado por Jesus caminhando sobre as águas do Salto do Yucumã - fui-me em direção ao Parque Estadual do Turvo e com a bela impressão que no Salto, quem sabe, poderia ver algo interessante... O Salto estava muito lindo, com uma queda enorme! E enquanto me perdia na grandiosidade da paisagem, avistei uma forma que poderia ser um gavião, mas estava MUUUUITO longe!

Silhueta de gavião pousado numa grápia (Apuleia leiocarpa) à beira do Salto do Yucumã, aproximada por uma lente 400mm. Foto: D. Meller.

Aos poucos fui me aproximando, fotografando, olhando no binóculo, e quando vi que era um gavião, comecei a andar mais rápido, com certa euforia... Tive que me aproximar bastante até identificar quem era o "rapaz", mas o sentimento de tê-lo avistado naquela paisagem, que para muitos pode ser considerada a mais bela do Rio Grande, é indescritível! Só restou abrir os braços e agradecer...

Jovem gavião-de-penacho (Spizaetus ornatus) no Salto do Yucumã. Foto: D. Meller.

Como não posso deixar de compartilhar as maravilhas que Deus e a natureza tem me mostrado, deixo também minha mensagem de preservação que aquele lugar merece e deve ter, uma vez que é uma paisagem ameaçada de desaparecer pelas hidrelétricas do Rio Uruguai:


"Salto Grande, Yucumã
Cheias fortes a te afogar
Secas grandes a te revelar
Sempre firme, mantém-se em pé
Tal qual rocha, resista também aos homens
Que em ti perderam a fé"

Dante Andres Meller

Salto do Yucumã. Foto: D. Meller.

Referências:

Belton, W. (1994) Aves do Rio Grande do Sul, distribuição e biologia. São Leopoldo: Unisinos. 584 p.

Bencke, G.A.; C.S. Fontana; R.A. Dias; G.N. Maurício e J.K.F. Mähler, Jr. (2003) Aves, p. 189-479. Em: Fontana, C.S.; G.A. Bencke e R.E. Reis (eds) Livro vermelho da fauna ameaçada de extinção no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: EDIPUCRS.

Chebez, J.C. (2008) Los que se van. Fauna argentina amenazada. Tomo 2: 416 págs., Albatros, Buenos Aires.

Meller, D.A.; J.R. Marinho e B.M. Soares (2011) Aves de Rapina do Parque Estadual do Turvo, Rio Grande do Sul, Brasil. Monografia de pós-graduação. Universidade regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI – Campus Santo Ângelo.

Mendonça-Lima, A., F. Zilio, C.M. Joenck e A. Barcillos (2006) Novos Registros de Spizaetus ornatus (Accipitridae) no Sul do Brasil. Rev. Bras. Ornit. 14 (3):279-282.

Sick, H. (1997) Ornitologia brasileira. 2 ed. Rio de Janeiro, Ed. Nova Fronteira. 912 p.

---------------------------------------------------------------------------------
Veja também:

Tauató-pintado - Accipiter poliogaster
---------------------------------------------------------------------------------

21 comentários:

  1. Que lindo!Que emoção!Parabéns Dante. O Turvo é um paraíso mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Juli!!! É uma espécie linda mesmo... Grande abraço!

      Excluir
  2. Parabéns pela avistagem e pelas fotos!! Que bom que o bicho está por lá!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Walter!! É bom mesmo, ainda mais um jovem de plumagem de primeiro ano, sinal de que pode ter um ninho nas proximidades... Abraço!

      Excluir
  3. Amigo Dante ... que emocionante ! Que belíssima vivência, de encher a alma !! E que mensagem linda sobre o salto do Yucumã ! Lendo o texto fui sentido uma pequena parte do que voce deve ter vivenciado aí sozinho no meio desse mato ! E que vontade me deu de sair da cidade. Então hoje vou prá fora ver as lavouras(essa é a desculpa)... ... na certeza que devo plantar mais árvores, muito mais ... Grande Abraço !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Paulo!! Suas palavras sempre enternecedoras... muito obrigado pelos comentários! E que bom que pudeste sentir um pouco do que foi visto lá, assim tudo ganha um sentido ainda maior... Um grande abraço meu amigo!

      Excluir
  4. Que lindo Dante! A medida que lia meu coração batia no compasso que só quem observa a natureza conhece. Que a irresponsabilidade e a ganância não prevaleçam sobre essa obra de Deus que é o Yucumã.

    ResponderExcluir
  5. Como de praxe só consigo publicar anônima! Adivinha - Mirtes Denise Londero _

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mirtes, obrigado pela sua presença aqui! E que bom que vivenciou de coração o que foi visto lá... isso traz ainda mais alegria e empenho em conhecer e compartilhar as belezas de nossa região! Um grande abraço (estendido ao Becker!!)

      Excluir
  6. Legal, Dante. Quem sabe ele permanece e se reproduz aí pelo Turvo, hein? Abraço e parabéns pelas fotos.
    Rafael Ritter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem provável que este já seja resultado de reprodução no parque mesmo, mas vai saber né... Só encontrando o ninho mesmo! Valeu, Rafael! Um grande abraço!

      Excluir
  7. Parabéns Dante, Muito legal o encontro! Sucesso em suas andanças, já fizestes excelentes contribuições,

    Abraçao

    ResponderExcluir
  8. Essa é uma águia sensacional! Muitos a consideram a mais bela das águias brasileiras, mesmo sendo de menor porte do que a Harpia... Tenho especial estima por essa espécie, pelo fato de ter sido presenteada, junto de ti, com o primeiro registro fotografado no PET! Acho que é isso mesmo né? Mas isso não chega a ser o mais importante... Fato é que avistar essa ave nas matas densas do Turvo e reconhecer a mesma pelo seu "penacho" e pose de "guarda da cavalaria inglesa" (ela tem um porte espetacular), é uma emoção única e indescritível! Principalmente em momento especial de nossas vidas, quando podemos claramente RECONHECER A MÃO DE DEUS sobre todas as coisas, inclusive sobre o destino de nossas vidas! Como já disse, a tua alegria é a minha ALEGRIA! Compartilho contigo mais essa emoção, mesmo à distância, na certeza de que Deus e o Turvo ainda nos reservam muitas maravilhas! "Descomplificando": SHOW DE BOLA AMORRR!!! rsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom, minha querida! Não tenho nem muito o que acrescentar, só faço das tuas as minhas palavras... Show de bola! Bjao

      Excluir
  9. Sem palavras Dante.. Merecidíssmo cara, Abração!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, José!!! Sempre bom ter seu comentário aqui... Grande abraço!

      Excluir
  10. Bha parabéns Dante Belo registro. Abração

    ResponderExcluir
  11. Baita captura Dante! Que nos aguarde! Setembro o COA-POA vai ao Turvo.

    Abs
    Osmar

    ResponderExcluir
  12. Parabéns , lindas fotos !!! As da Wiki Aves também estão lindas . Adoro as aves e também as registro , moro em Porto Alegre e tenho 12 anos . Sonho em visitar Derrubadas , é lindo !!! Umdia eu vou aí hehehe !!!

    ResponderExcluir